Eduardo Andrews: O “Midas” do Rádio

Entrevista exclusiva com Eduardo Andrews: o “Midas” do rádio
~ por Fernando Morgado em 15/05/2010.
http://televisionado.wordpress.com

O “Midas” do Rádio: esta definição, dada por Ruy Jobim, diretor da Escola de Rádio, resume bem a carreira do radialista Eduardo Andrews. Apesar de formado em Engenharia, Andrews sempre foi um apaixonado pelo rádio e seu sonho, desde criança, era coordenar a programação e a equipe de uma emissora. Depois de trabalhar como locutor e ator de teatro — chegou a contracenar com Regina Duarte —, ele finalmente conseguiu realizar seu desejo em 1977, quando assumiu a Rádio Guanabara (atual Bandeirantes AM do Rio de Janeiro).

Dalí em diante, ele cuidou dos destinos das maiores rádios musicais do Brasil e marcou a história da comunicação levando à liderança (geral ou em seus segmentos) diversas estações: Manchete (a primeira rádio “só sucesso” do FM brasileiro), Transamérica, Cidade, RPC, JB FM, FM O Dia, 98 FM, BEAT98, entre outras.

Nesta entrevista concedida para o blog do Fernando Morgado, que foi gravada nos estúdios da Escola de Rádio e também fará parte de um documentário a ser lançado em breve, Eduardo Andrews fala de toda a sua carreira, passeia pela história do FM brasileiro com impressionante riqueza de detalhes e, ao final, diz quais são as suas expectativas para o futuro do rádio.


A primeira vez que eu vi rádio, eu me lembro, foi com sete anos de idade. Eu queria descobrir o que estava alí dentro, o que fazia aquele barulho, aquelas músicas, e comecei a fantasiar um mundo dentro daquele aparelho. A partir disso fui evoluindo meu conhecimento de rádio, indo nas rádios para ver como se fazia e fiquei um apaixonado. Sempre imaginei fazer o que eu faço hoje em dia, que é dirigir programação de rádio. Já aos onze anos de idade eu tinha uma rádio brega e uma rádio chique, quer dizer: uma rádio como a Globo e a Tupi, que, nessa época, tocavam música também, e a rádio chique seria, por exemplo, a Eldorado e a JB AM. A JB AM, aliás, sempre a foi minha rádio favorita, a minha rádio do coração, que eu ouvia desde os onze anos de idade, e acabei, anos mais tarde, sendo o último coordenador dela. - Confira a entrevista na integra no Blog do Fernando Morgado

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Windows 7 - Rede não identificada

Show do António Carlos - Globo AM

Paquera Nativa (Fernando Borges)