Insensatez - Vinicius de Moraes, Antonio Carlos Jobim


Em homenagem ao Centenário de Vinicius de Moraes, uma das minhas preferidas:
Insensatez
Vinicius de Moraes, Antonio Carlos Jobim


A insensatez que você fez
Coração mais sem cuidado
Fez chorar de dor
O seu amor
Um amor tão delicado
Ah, porque você foi fraco assim
Assim tão desalmado
Ah, meu coração que nunca amou
Não merece ser amado

Vai meu coração ouve a razão
Usa só sinceridade
Quem semeia vento, diz a razão
Colhe sempre tempestade
Vai, meu coração pede perdão
Perdão apaixonado
Vai porque quem não
Pede perdão
Não é nunca perdoado

Comentários